POR QUE ESCOLHER A BYTE FACTORY?

Além de oferecer 100% de ferramentas e serviços personalizados, nossa equipe tem o foco na alavancagem do seu negócio, informando e auxiliando sua expansão.

CONTATO
  • End.: Av. Jose de Souza Campos, Nº 1.815, cj 1.202
    Campinas-SP CEP 13025-320
  • Tel: +55 19 3795-4460 / 4461 / 4462 / 4463
  • Email: atendimento@bf.net.br

Importante substituição de tabela em memória

11/12/2007 em Centro de Informações

A máquina de informações do AICS está sempre publicando novos objetos visando dar ao usuário o maior conjunto de ferramentas de informação.
Recentemente, o núcleo do AICS trocou o objeto da tabela em memória. A classe TRxMemoryData passou a TJvMemoryData.
Caso uma versão nova cause um erro nesta classe, basta substituí-la em seus scritps. Esta classe é muito pouco utilizada e o efeito nem deve ser percebido pelos projetos em andamento.

Usando Engenharia sem Produção

11/12/2007 em Engenharia

Criamos uma possibilidade interessante, para algumas aplicações, que permitem ter Engenharia e não ter Produção.
Este recurso é especialmente útil quando o produto final é feito de forma rápida ou de uma forma que não seja tão rápida mas que não compense o controle do produto final.
Para este objetivo, tendo o módulo de Engenharia e NÃO o de Produção, baixas de estoque sobre estes itens com Engenharia terão efeito em suas composições. Por exemplo, se um "bolo" X tivesse os ingredientes 1 e 2, uma "venda" de um "bolo" iria baixar os estoques dos ingredientes 1 e 2 pela Engenharia do "bolo". É claro que o tempo de preparo de um bolo não poderia ser desprezado, isto foi apenas um exemplo didático.

Custo automático e bloqueio de OPs

11/12/2007 em Engenharia

Adicionamos na tela de materiais uma opção "Engenharia". Esta opção indica que o referido material é apenas uma composição, não aceitando nem gerar OPs. Em funçao disso, quando qualquer item de sua composição for movimentado em entradas, o custo destes materiais tipo engenharia serão atualizados automaticamente.
Este recurso foi criado para facilitar o controle de materiais compostos que podem ser processados rapidamente.

Ampliação do servidor de imagens

11/12/2007 em WebServer

Um dos serviços mais interessantes do AICS, poém pouco conhecido, é o recurso de servidor de imagens. Esta opção está no configurador do AICS e permite converter um computador que tenha o ServAICS rodando (em qualquer modalidade) como um servidor de imagens controlado por senhas e com transmissão criptografada.
As seguintes expansões foram feitas:
1. A tela que gerencia imagens (criando as pastas virtuais etc), agora aceita que um arquivo seja arrastado sobre a lista de arquivos. O arquivo será enviado automaticamente ao Servidor e já classificado.
2. Nesta mesma tela, adicionamos um "gravar como..." ao visualizar as imagens, ficando super fácil a tarefa de se reobter a imagem original.
3. O serviço web agora aceita recuperar estas imagens para uso em sites em geral. A imagem será retornada como uma imagem de arquivo, podendo aceitar até recurso de miniaturas automático.
A ação que obtém as imagens é (exemplo de chamada):
http://.../getimage?img=123elogin=XXXew=300eh=400 Onde 123 é o código da imagem, o login pode ser citado (as imagens seguem o direito da tabela IMAGEDOC), w é a largura desejada e h é a altura desejada. (seenviar ambos vazios, a imagem original será retornada).

Ampliações no servidor de imagens

11/12/2007 em WebServer

Recentemente, informamos a possibilidade do serviço Web exibir as imagens do servidor de imagens a partir de uma ação:
http://.../getimage?img=123elogin=XXXew=300eh=400 Nesta nova atualização, criamos as seguintes interfaces automáticas:
1. No AICS, no controle de imagens, agora pode-se arrastar múltiplas imagens ao mesmo tempo, o sistema irá pedir uma descrição para cada uma delas e enviá-las ao Servidor de imagens 2. No lado do servidor, a tabela IMAGEDOC será indexada como no Google, podendo ser pesquisada da mesma forma.
Com isso, pode-se navegar pelas imagens pela sua intranet ou extranet, por exemplo, fazendo a chamada a:
http://.../naveg?idioma=Petree=IMGeqtree=1enet=01.0001 O Serviço já irá gerar um HTM padrão (que pode ser alterado normalmente depois), aceitando até pesquisa como o google.
3. Se desejar, cadastre a tabela IMAGEDOC em seu AICS mais recente, a estrutura será cadastrada automaticamente pela central de informações com o modo mais adequado.

Análises ABC configuráveis

12/12/2007 em Geral

Abrimos os percentuais em análises ABC para serem alterados pelo usuário. Os percentuais padrões são 70, 20 e 10 para A, B e C, respectivamente.
Acesse a configuração geral, página Financeiras. Os percentuais são nrs inteiros e devem ser colocados de tal forma a somar 100%.
A análise de classificação automática ABC é influenciada e todas as Análises sintéticas comerciais também.

Melhor dos mundos com ADO e DBX ao mesmo tempo

12/12/2007 em Centro de Informações

O AICS é apresentando em dois tipos de compilações: AICS.EXE para bancos de dados conectáveis por ADO e AicsX.EXE para bancos de dados conectáveis por dbExpress. Quando o AicsX é utilizado, os objetos de bancos de dados "ADO" são mapeados nos objetos de bancos de dados do dbExpress. Isto permite que todas as rotinas, internas e externas, feitas dentro do AICS ou fora dele sejam transparentes a isso.
Entretanto, o ADO original tem algumas facilidades nativas à própria interface. Por exemplo, fácil conexão a diversas outras estruturas, como MDB e mesmo planilhas em Excel.
Quando o AicsX é utilizado, os objetos ADO ficavam inacessíveis.
Nesta atualização do sistema, a BF está publicando 3 novas classes extremamente úteis, que são: RTADOConnection, RTADOQuery e RTADoTable. Estas classes são as classes "reais" do ADO, tanto no AICS baseado em ADO quanto no AICS baseado em dbExpress.
Isto é, se existirem scripts feitos utiizando estas classes com prefixo R, estes objetos sempre serão mapeados nos objetos ADO originais. Muito útil em rotinas de integrações etc.

Função para gerar nrs aleatórios

12/12/2007 em Centro de Informações

Em suas regras de negócios, às vezes, uma certa quantidade necessita de variações. Muitas vezes criamos as variações sobre a data e hora do equipamento. Mas, quando precisamos gerar N valores variáveis muito rapidamente, este recurso fica obsoleto.
Publicamos a função Random com a sintaxe:
Function Random:double Sendo que o retorno dela é um número aleatório entre 0 e 1. Se precisar de qualquer outra faixa, basta multplicar este resultado pela faixa desejada.

Revisão do ServAICS para ambiente Linux

12/12/2007 em WebServer

As ferramentas do AICS podem ser utilizadas em ambiente Linux com o uso do ambiente Wine. As análises feitas indicam que a performance é igual ou superior neste ambiente.
Entretanto, como o Wine cria um ambiente Windows no Linux (sem emular), o uso do ServAICS neste caso em modo serviço pode ser mais complicado. Por isso, a BF compilou diversos modelos de serviços do ServAICS para uso em cada realidade e banco de dados.
ServAICS.zip -> Serviço com interface ADO ServAICSExe.zip -> Executável com interface ADO ServAICSX.zip -> Serviço com interface dbExpress e ADO (para scripts)
ServAICSXExe.zip -> Executável com interface dbExpress e ADO (para scripts)
Importante destacar que os módulos ServAICSX não possuem a interface de dados web, a interface que permite executar o AICS como se fosse um navegador convencional. Entretanto, todas as demais funcionalidades estão mantidas.

Unidade para as doses

12/12/2007 em Manipulação

O módulo de Manipulação agora contém a unidade da dose (seguindo o cálculo de xaropes), podendo ser em g ou ml (que é a default).
Com isso, pode-se definir outros nomes de fórmulas com este tipo de cálculo no qual a composição é dada/dose.