POR QUE ESCOLHER A BYTE FACTORY?

Além de oferecer 100% de ferramentas e serviços personalizados, nossa equipe tem o foco na alavancagem do seu negócio, informando e auxiliando sua expansão.

CONTATO
  • End.: Av. Jose de Souza Campos, Nº 1.815, cj 1.202
    Campinas-SP CEP 13025-320
  • Tel: +55 19 3795-4460 / 4461 / 4462 / 4463
  • Email: atendimento@bf.net.br

Valor de engenharias no passado

26/10/2020 em Materiais

Os relatórios de Ficha Técnica podem auxiliar no processo de formação de preços e viabilidade comercial.
Outra análise útil é a evolução do custo em função das matérias-primas. Dada uma engenharia, que pode ser antiga ou não, qual o custo dos materiais há 6 meses ou um ano atrás em relação aos custos atuais? Para ajudar a responder essa pergunta, os relatórios de Ficha Técnica passam a utilizar a data para o Saldo dos itens. Portanto, basta informar uma data do passado e emitir a Ficha desejada com a quantidade de níveis suficientes até a matéria-prima básica.

Uso de densidade de lotes em conversões

26/10/2020 em Materiais

O AICS possui modelos bem completos visando conversão de unidades. Resumidamente, a partir das unidades primárias, secundárias, para produção, cadastro de relacionamentos de unidades e, ainda, internamente pelo Sistema Internacional.
Entretanto, quando um produto apresenta lotes com variações de densidade, isto é, quando a correlação entre volume e massa não são fixos no tempo, esse recurso de unidades relacionadas não satisfaz plenamente.
A partir da nova atualização, a densidade do lote ativo no momento, segundo as regras de sequenciamento, será usada para os casos de conversões entre unidades de massa e volume.
Claro que essa informação não possui relevância alguma dentro de conversões de mesma categoria.
O mesmo vale para as conversões quando a unidade origem ou destino é do tipo UI (por unidade), a informação do lote passa a ser prioritária em relação a quantidade informada na substância associada.

Novo filtro de compras em andamento

21/11/2019 em Materiais

Criamos um novo filtro para a existência de processos de compras no modo de impressão do módulo Materiais.
Basicamente, esse filtro permitirá visualizar itens que estejam em processos ainda não aprovados. Pode ser aplicado a qualquer filtro ou relatório, mas é pontualmente relevante no caso da filtragem de itens abaixo do estoque mínimo.
Uma vez que os processos aprovados geram encomendas, inclusive já existe um filtro para isso nessa tela, esse novo recurso objetiva um controle melhor do que comprar excluindo os itens que já estejam em processo de aprovação, mas ainda não completado.
É claro que, se o seu processo de compras for rápido, esse detalhe pode nem ser muito importante na sua sistemática interna. Caso contrário, se houver um atraso de alguns dias nesse trâmite interno, eliminar itens que estejam em processos de compras e itens que já estejam encomendados deixará o relatório de Itens a comprar muito mais objetivo.
Basta atualizar o Aics para esse novo recurso.

Integração de materiais simplificada

17/10/2019 em Materiais

A Integração de Materiais (que permite um MRP bem poderoso dentro do AICS) foi simplificado.
Nessa atualização, as quantidades envolvidas analisam os saldos físicos e os movimentos futuros. Foi retirada da análise de saldos os lotes que possam estar bloqueados.
Com essa simplificação, fica mais natural a conferência das quantidades pela análise distribuídas em geral (acessando pelo módulo de materiais geral) e pelos movimentos futuros (reservas e encomendas).
O filtro de locais foi mantido, isto é, você poderá fazer uma análise MRP agrupando diversos locais ao mesmo tempo.
O filtro de datas de movimentos foi mantido, isto é, o período de análise dos movimentos futuros e pendentes pode ser selecionado livremente.
O filtro de materiais também foi mantido, permitindo reduzir o universo das análises a pequenos grupos de materiais.
Basta atualizar o Aics e acessar por Materiais, menu Arquivo, Integração de Materiais.

Múltiplas escalas de unidades por fornecedor

02/08/2019 em Materiais

Em alguns casos, ocorre a venda de determinados itens em quantidades variáveis por fornecedor. Por exemplo, suponhamos que façamos uma compra de "canetas". Internamente, indicamos que as canetas são controladas por unidade.
Entretanto, podemos comprar canetas em caixas de 2 fornecedores. O primeiro vende caixas com 20 unidades, o segundo vende maços com 10 caixas.
Isto é, como desejamos controlar internamente por unidade, somente o recurso de unidade secundária por item não automatiza completamente esse caso.
Para situações como essa, na aba Fornecedores, isso válido por item em Materiais, adicionamos a unidade secundária e a relação com a principal. Logo, poderemos indicar que, para um determinado item, um determinado fornecedor trabalha na sua unidade e com relacionamento com a unidade interna específica.
Quando um fornecedor for selecionado em Compras, Materiais ou Fiscal, e a unidade indicada for a unidade cadastrada em sua configuração, a sua relação prioritária de conversão será utilizada.
É normal que esse recurso não seja compreendido imediatamente, estamos à disposição para maiores esclarecimentos. Se esse problema não existir na sua realidade, basta ignorar esse novo recurso.
Para usar o novo recurso, basta atualizar o AICS.

Facilidade para analisar movimentos de materiais por OPs

11/12/2018 em Materiais

Uma Ordem de Produção executa diversos movimentos, os fundamentais são as baixas dos materiais utilizados e a entrada do produto final.
Existem outros movimentos que podem ocorrer, como ajuste de diferenças dos movimentos previstos, troca de componentes ou realização diversa da esperada.
Em todas as situações, ocorrem movimentos nos materiais associados. Esses movimentos identificam a OP pelo processo. Nessa atualização do AICS, um duplo clique nesses movimentos, a partir do Kardex, irá emitir o relatório de OP realizada associada. Esse recurso permite maior transparência no fluxo de materiais, checagem de valores e quantidades.

Novas observações em materiais e para compras

07/11/2018 em Materiais

A relação dos 3 fornecedores principais passa para a aba Fornecedores. Abaixo dela, continua a lista ilimitada de fornecedores.
Ainda, na aba principal, adicionamos uma observação específica para compras (será carregada como observação inicial nos pedidos de compras) e outra com o objetivo de localização.
A localização, que é apenas textual, não tem o objetivo de oferecer os mesmos recursos do mapa de localização.
No mapa, além do mapa visual da posição do material armazenado, é possível outras integrações não viáveis com esse novo recurso mais simplificado.
Basta atualizar o AICS e atualizar as tabelas detectadas.

Mensagens dinâmicas explicando as conversões de unidades

01/11/2018 em Materiais

O módulo de materiais possui um sistema de conversões de unidades. Quando um novo material é cadastrado, é importante relacionar corretamente as escalas entre as unidades principal e secundária.
A mensagem sobre os valores de conversão podem não ser tão claras para novos usuários, portanto, a mensagem passa a interpretar as informações cadastradas e informando o resultado final da conversão entre as unidades principal e secundária, tanto na conversão direta quanto na inversa.
Com isso, espera-se que a possibilidade de erros no cadastramento seja extremamente reduzido, basta atualizar o Aics para utilizar esse novo recurso.

Novo recurso de Estoque residual

05/07/2018 em Materiais

Controlar estoque mínimo de forma adequada significa ter sempre produtos disponíveis e com o mínimo capital imobilizado.
O Aics possui o recurso de cálculo de estoque mínimo em função de um histórico de consumo selecionado.
Entretanto, períodos de baixa demanda poderiam zerar ou diminuir sobremaneira possíveis itens estratégicos.
Para melhorar o processo de cálculo do estoque mínimo, instituímos o conceito de Estoque Residual. Basicamente, é uma quantidade não zero que determinados itens precisam possuir, mesmo que o cálculo de um determinado período zere seu valor.
Dessa forma, incluindo a quantidade residual por item, a rotina de saldo mínimo não irá incluir um valor menor que o residual.
Basta atualizar o Aics, as tabelas adequadas e informar esses valores nos itens críticos.

Novo recurso de marca dos itens

17/05/2017 em Materiais

Adicionamos a possibilidade de informar a marca dos itens desde o processo de compras até a entrada final.
Para isso, os módulos Compras, Fiscal e materiais foram expandidos com essa nova opção.
Em Compras, o item possui agora a especificação textual da marca (que pode ser utilizada em relatórios, se desejado). Essa informação será enviada às encomendas, isto é, será possível saber qual marca do determinado item está encomendada.
Quando a NF for inserida, essa informação será carregada e poderá ser transportada para os movimentos e para o possível lote. Portanto, no Kardex, será possível saber qual marca foi movimentada a cada momento.
Basta atualizar o AICS e as tabelas detectadas.