POR QUE ESCOLHER A BYTE FACTORY?

Além de oferecer 100% de ferramentas e serviços personalizados, nossa equipe tem o foco na alavancagem do seu negócio, informando e auxiliando sua expansão.

CONTATO
  • End.: Av. Jose de Souza Campos, Nº 1.815, cj 1.202
    Campinas-SP CEP 13025-320
  • Tel: +55 19 3795-4460 / 4461 / 4462 / 4463
  • Email: atendimento@bf.net.br

Novo recurso de marca dos itens

17/05/2017 em Materiais

Adicionamos a possibilidade de informar a marca dos itens desde o processo de compras até a entrada final.
Para isso, os módulos Compras, Fiscal e materiais foram expandidos com essa nova opção.
Em Compras, o item possui agora a especificação textual da marca (que pode ser utilizada em relatórios, se desejado). Essa informação será enviada às encomendas, isto é, será possível saber qual marca do determinado item está encomendada.
Quando a NF for inserida, essa informação será carregada e poderá ser transportada para os movimentos e para o possível lote. Portanto, no Kardex, será possível saber qual marca foi movimentada a cada momento.
Basta atualizar o AICS e as tabelas detectadas.

Novas mensagens ao operador

01/02/2017 em Materiais

Durante a inserção de dados, o botão de gravar fica desabilitado enquanto as condições mínimas das informações não sejam satisfeitas.
Entretanto, para facilitar o operador, a maioria das telas informa, na mensagem flutuante sobre o botão, o motivo dele não estar habilitado.
Em materiais, essas informações não estavam ativas.
Nessa atualização do sistema, as mensagens de gravação foram todas refeitas, inclusive nas abas secundárias (de movimentos, por exemplo).

Dimensões também em Materiais

01/02/2017 em Materiais

As dimensões de um item são os valores para altura, largura e comprimento. Na definição dos Produtos de Venda esses valores já existiam nativamente (útil para cálculo de frete e efeito direto em logística de entregas).
Nessa atualização do AICS, adicionamos essas mesmas informações em materiais. Com essa informação, será possível criar regras para gestão interna de espaço, por exemplo, ou utilizar essas informações em sua regra de negócios local vinculado a engenharias, OPs etc.

Itens a Comprar com Saldo de Planejamento alterado

14/12/2016 em Materiais

Em materiais, baseado no saldo mínimo e demais filtros, existe o relatório de Itens a Comprar. Vinculado a esse mesmo relatório, o filtro Data de Planejamento gera o consumo no referido intervalo.
Por exemplo, se o estoque mínimo foi calculado há muito tempo e uma análise mais recente é necessária, esse outro período informado gerará um consumo e uma expectativa de dias de validade para o saldo disponível nesse momento.
Quando o Estoque mínimo é calculado, segundo a própria classificação dos movimentos, apenas as marcadas como Em Estoque mínimo, isto é, que o movimento com a determinada classificação deve ser considerado no cálculo de estoque mínimo, são consideradas. Nesse conceito, movimentos entre filiais que não sejam consideradas como vendas ou consumos produtivos podem ser desconsiderados.
Nessa atualização do AICS, a quantidade mostrada a partir da Data de Planejamento passa a também seguir a indicação de considerar em Estoque mínimo.
Portanto, se essa opção não for utilizada em sua regra local, indica-se marcar todas as classificações dos movimentos (acesso pelo menu Configurações de Materiais), pois o relatório não mostrará consumo sem essa opção ativada.

Novos filtros para componentes de Engenharia

12/11/2015 em Materiais

Em materiais, o filtro "Componentes de" permite selecionar vários materiais elaborados para restringir apenas aos seus componentes. Esse filtro atua apenas sobre os componentes diretamente conectados aos indicados. Adicionamos uma opção de níveis ao lado do filtro indicando que novos níveis sejam consistidos.
Por exemplo, indicando 2 em níveis os componentes dos componentes imediatos também serão selecionados e assim por diante.
Seguindo a mesma linha desse novo recurso, ao filtro de classificações de materiais adicionamos o número de níveis de engenharia desejado. Mantendo o padrão 0 o filtro atua normalmente sobre os itens imediatos.
Selecionando 1 em diante o filtro exibirá os itens cujos componentes estejam em materiais elaborados de acordo com a classificação. Por exemplo, numa classificação com a nomenclatura "Elaborados", com nível em 2, os itens selecionados serão todos os componentes cujos materiais elaborados estejam na classificação "Elaborados".

Pesquisa com filtro de bloqueados

28/07/2015 em Materiais

Na pesquisa padrão de materiais e produtos de venda, adicionamos a opção de bloqueado. Isto é, fica mais rápido identificar itens marcados como não utilizáveis.
Ainda, se a sua regra local personalizou o comando de pesquisa de materiais, adicionando a coluna es_bloq da tabela Estoque, a pesquisa irá mostrar os itens bloqueados como amarelos.

Atualização do novo preço contábil

13/11/2014 em Materiais

Conforme informado em nota técnica anterior, foi criado um novo preço em movimentos denominado preço contábil. Basicamente, é o mesmo preço médio, porém, sem contribuições de valores de mão-de-obra nas entradas das Ordens de Produção.
Para empresas que não possuem OP ou as OPs não agregam mão-de-obra, a inicialização desse campo pode ser feita com um simples update incondicional no banco de dados: update estensai set preco_ctb = preco_med Quando houver OPs ou quando for necessária uma análise mais profunda dos valores, criamos uma nova função em materiais para recálculo dos preços.
Acesse o menu arquivo (essa ação deve ser feita por local, por favor) e execute a opção Recálculo de Preços Médios e Contábeis. Leia as indicações de segurança antes de confirmar a execução. Indica-se backup dos dados, como em toda atualização.

Criado novo preço contábil

11/11/2014 em Materiais

Essa alteração objetiva empresas que agreguem mão- de-obra à produção de bens. No fechamento de uma Ordem de Produção, o AICS irá agregar os materiais efetivamente utilizados na composição e os valores associados de mão-de-obra. Isto é, o preço final da O.P. será uma soma dos valores dos materiais e dos tempos multiplicados pelos custos dos setores que participaram da Produção.
Esse valor comporá o custo do material final e, por consequência, calculará o preço médio do item. Esse preço médio, normalmente, é o valor mais correto para fins de valorização. Entretanto, com o advento dos arquivos eletrônicos, nem sempre é interessante agregar o valor dos processos às Ordens de Produção.
Visando separar esse valor de mão-de-obra dos valores que o incluem, foi criado um novo preço nos movimentos, denominado Preço contábil. Basicamente, o preço contábil será idêntico ao preço médio, exceto nesses casos em que as Ordens tenham uma parcela de mão-de-obra em sua composição. Nesse caso em particular, o preço contábil será igual ao preço médio descontando-se essas contribuições de M.O.

Personalizando a quantidade lida por barras em movimentos

24/09/2014 em Materiais

Quando um código de barras é lido em movimentos de materiais, ele pode ser do tipo de identificação ou de lote. No código de lote, além da identificação, há informações da sua quantidade.
Como padrão no Aics, a leitura do código de lotes traz a quantidade indicada no lote. Porém, em função de regras locais, essa função pode não ser a mais correta.
Para personalizar essa característica, publicamos uma função callback com a seguinte sintaxe:
function AICS_BARCODEAMOUNT( CodRes, // código do item CodLote, // código do lote SerieLote, // série do lote Netcod, // local Qtd:String):double Sua implementação pode ser feita no evento Entrar de Estoque, por exemplo.

Nova opção de Unidade Auxiliar

01/07/2014 em Materiais

Com os recentes arquivos eletrônicos, o cuidado com as unidades de medida passou a ser ainda mais relevante.
Nessa atualização do sistema, implantamos o conceito de unidade auxiliar. A opção encontra-se no cadastro de unidades (menu Configurações de materiais, unidades).
As unidades marcadas como auxiliares não poderão ser utilizadas como unidades principais em materiais.
A vantagem deste recurso é permitir uma padronização interna dos controles sem restringir os documentos obtidos ou enviados para clientes e fornecedores.