POR QUE ESCOLHER A BYTE FACTORY?

Além de oferecer 100% de ferramentas e serviços personalizados, nossa equipe tem o foco na alavancagem do seu negócio, informando e auxiliando sua expansão.

CONTATO
  • End.: Av. Jose de Souza Campos, Nº 1.815, cj 1.202
    Campinas-SP CEP 13025-320
  • Tel: +55 19 3795-4460 / 4461 / 4462 / 4463
  • Email: atendimento@bf.net.br

Recurso para baixas de Ordens pelo servidor

05/12/2017 em Produção

A função ChangeStatusOP, que permite alterar Status das Ordens de Produção, passa a poder ser executada pelo servidor Web.
Com isso, pode-se transferir os processamentos, que podem ser pesados, das estações ao servidor para esses processamentos.
Associado a isso, foi criada no Aics a função AICS_BEFORECHANGESTS_OP que permite incluir regras antes de uma OP ser processada.

Direitos por status em Produção

17/08/2015 em Produção

Nessa atualização do Aics, os status de Ordens de Produção passam a permitir direitos especiais. Para isso, basta um duplo clique no usuário em direitos quando a tabela ESTOPRIN estiver selecionada (na lista inferior com os direitos já aplicados).
Seguindo o padrão das outras estruturas, sem essa informação, o acesso será a todos os status seguindo as regras normais. Se houver um ou mais status selecionados, o usuário não poderá trocar os status das OPs ou mesmo editar OPs em status não permitidos. Logo, se o usuário precisar alterar status, ele deverá ter direito aos status iniciais e finais.

Recurso para retomada de Produções Baixadas

30/05/2015 em Produção

A sequência final de status das Ordens de Produção passa por Produção, Produção Finalizada e Baixada. Quando uma produção é baixada, todos os lotes finais são criados e os movimentos de diferenças executados. Por isso, como regra básica, é um status final.
Na eventualidade de erros nesse processo, o AICS agora irá permitir o retorno ao status de produção se todos os movimentos decorrentes da baixa estiverem eliminados nos respectivos kardex do item elaborado e dos itens componentes. Estando em Produção, a correção poderá ser feita e a baixa ocorrer novamente. Entretanto, se houve um consumo dos itens resultantes, é muito difícil esse retorno. Logo, esse recurso tem uso imediatamente após uma produção ser baixada incorretamente.

Registro de tempos mais simples na Produção

02/08/2013 em Produção

Com o intuito de facilitar o registro de tempos no módulo Produção, na aba de processos e atividades específicas das Ordens, permitimos o registro das atividades previstas por código de barras.
Para alcançar este objetivo, a OP foi alterada com a inserção do código de operação logo abaixo de sua descrição. Este código deverá ser lido no novo campo criado na aba acima indicada pelo leitor.
A primeira passagem do código irá registrar o seu início, uma passagem seguinte, o seu fechamento.
A cada finalização, o sistema já irá atualizar o tempo total da operação associada. A gravação das alterações pode ser feita a cada nova operação sem nenhum problema associado.
Para efetuar rotinas específicas visando este novo recurso, analise a estrutura da tabela Estprocoptmp, que está altamente simples de ser compreendida a partir da estrtutura de Estprocop já existente. Ainda, o formato do código da operação contém o código da operação e o código da aplicação da operação no respectivo processo da Engenharia.

Nova consistência ao baixar OPs

06/12/2012 em Produção

Na baixa das OPs, quanto mais fiel à realidade, melhor.
Nesta atualização do sistema, adicionamos um alerta de possível erro de entrada na quantidade realizada. Segundo percentual indicado na configuração geral para baixa de encomendas, o sistema emitirá um alerta caso a quantidade realizada esteja acima deste percentual ou abaixo na mesma proporção.
Por exemplo, supondo que o percentual seja de 50% e a quantidade prevista 100kg. Se a quantidade realizada for acima de 150 ou abaixo de 50, o operador será alertado para verificar possível erro de entrada de dados.

Inclusa nova consistência ao reportar OPs

01/10/2012 em Produção

Devido a problemas de erro manual no report de Ordens de Produção, foi adicionado, como padrão, o teste da existência de materiais realizados na aba de materiais. Isto é, não mais será permitido "produzir algo" sem especificação mínima dos materiais consumidos.
Alguns usuários estavam apenas reportando a qtd final e não os consumos efetivos dos materiais envolvidos. Esta regra estava em algumas bases locais e foi inserida como padrão do sistema AICS.

Uso da tolerância para aceitar quantidade realizada de OPs

11/12/2011 em Produção

Uma Ordem de Produção no AICS precisa conter a quantidade realmente produzida. Dentro da precisão da unidade de medida do produto final, os valores eram aceitos sem nenhuma validação.
Fora do intervalo da precisão da unidade, que é sempre pequeno, era exigido direito GERENCIAL para alterar a quantidade final.
Nesta atualização do sistema, visando diminuir o nr de pedidos de aprovações, colocamos um teste com a mesma tolerância já existente em compras. Esta tolerância existe no cadastro do material e será utilizada quando a quantidade produzida for informada. A tolerância é expressa em percentual e pode ser ajustada produto a produto, logo, com um controle muito mais fino.

Adicionado tempo de processamento por status

08/12/2011 em Produção

O objetivo final deste registro é permitir controlar os tempos auxiliares produtivos. Além dos tempos de produção por tarefa já definidos, agora será possível mapear os tempos durante o andamento e pós produção das OPs.
O log de status foi ampliada e o tempo de cada status será requisitado pelo sistema, em minutos. Os valores informados serão exibidos no log de status quando uma OP for aberta.

Alterando o status das OPs por scripts

08/12/2011 em Produção

Esta publicação tem o objetivo de permitir alterar os status das OPs do BF AICS sem o uso da interface do módulo de Produção, aplicando outras regras através das rotinas criadas pelos usuários.
Isto é, a rotina publicada permite criar qualquer interface de controle da produção e ainda manter todas as regras internas do sistema e máxima performance.
A sintaxe da rotina é:
Function ChangeStatusOP(Cod_Res, // Código do material Netcod // Local em que a OP foi criada :String; CodOP, // Código da OP QtdRealizada // Quantidade realizada (alguns status apenas)
:Double;
TmpOper // Tempo de execução no referido status :Double;
Status // nr do status desejado :Integer):Boolean;
Onde, o nr do status pode ser:
1 - Aguardando Material 2 - Matéria-Prima alocada 3 - Fila de espera 4 - Em produção 5 - Produção Finalizada 6 - Cancelada 7 - Produção Baixada 8 - Suspensa

Evento callback após criar OPs

08/12/2011 em Produção

Esta rotina pode ser usada para aplicar regras especiais após uma Ordem de Produção ser gerada. A presente nota destina-se a uma audiência mais técnica.
Quando uma OP é gerada, o que pode ser feito por suas rotinas com a função:
Function GeraOP(Cod_Res,Netcod:String;
Quant:Double):Double Adicionamos uma rotina callback (rotina com suas regras, porém, chamada pelo AICS) com a seguinte sintaxe:
Function AICS_AFTERCREATE_OP(Netcod, Cod_res, Codigo:String):boolean Os parâmetros são local, código do material e código da OP gerada, respectivamente. Sua função receberá estes dados e poderá fazer algum processamento associado a este evento.